terça-feira, 13 de novembro de 2012

Grandes filhos da p*


Existem pessoas que hoje devem ter tirado o dia para me chatear e impedir que eu estude, só pode!
Neste momento estão uns praxantes com os seus caloiros a jogar à bola no jardim do meu prédio. Problema: estão mesmo coladinhos à minha janela (admito que começo a ficar com medo que a merda da bola vá parar ao meu quarto), e a atirar a bola para a porta da garagem que fica por baixo do meu quarto. Vocês imaginam o barulho que aquilo faz?! Muito, mesmo! E depois para melhorar ainda se põem aos berros, a gritar golo, a mandar os caloiros fazer saudações e mais sabe-se lá o quê.

Juro que se eles não se calarem vou passar-me da cabeça e dar cabo deles! Hoje não me apetece praxar ninguém, mas pelas matrículas que tenho eu posso muito bem praxar aqueles trogloditas  e não preciso estar trajada. Isso ou abro a janela e atiro-lhes um balde de água fria a ver se acham piada.

Pronto aqueles filhos da p* ainda não se calaram, é desta que eu vou parar à prisão por me atirar às goelas de um deles xD

29 comentários:

  1. xD vai sorrateira...de mangueira na mão...e puff....regas caloiros, doutores...vai tudo a eito xD hahaha

    ResponderEliminar
  2. tem calma! respira fundo, conta até dez...que daqui a nada já foram...

    Beijinhos e bons estudos!!

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro que me ofereçam ramos :) ele sempre que pode dá-me um :) é tão romântico :P hihi

    ResponderEliminar
  4. Mandas um balde de água e gritas "A seguir é azeite quente!!!!"
    XD

    ResponderEliminar
  5. Vai à janela e diz-lhes com toda a calma que te estão a incomodar. Pode ser que resulte :))

    ResponderEliminar
  6. Ja passei pelo mesmo e é uma experiência péssima! Um conselho?! Vai-lhes às goelas e acaba-se o barulho! ;)

    ResponderEliminar
  7. Pois imagino...podiam escolher outro sitio para ir praxar...

    Beijinhos e obrigada vou mesmo precisar...

    ResponderEliminar
  8. r: São gostos :) mas ainda bem que ele te entende :) e te dá o que mais gostas :) é tão bom quando recebemos aquilo que mais gostamos :)

    ResponderEliminar
  9. Ah... xD
    Se te estão a incomodar assim tanto, é melhores dizeres-lhes para irem fazer barulho para outro lado :)

    ResponderEliminar
  10. Tens de ter paciência, manda dois berros à janela!

    ResponderEliminar
  11. lol :) pira-te de casa, vai para a biblioteca!

    ResponderEliminar
  12. O falar calmamente com quem está com o 'fogo' de praxar nunca resolveu, acho que para muitos o traje funciona como uma coroa e sentem-se superiores. Mas tenta pedir calmamente, caso contrário puxa dos galões :)

    ResponderEliminar
  13. abre a janela e pede para se calarem a bem.
    à 2ª mandas o balde de água!

    ResponderEliminar
  14. O balde de água fria é uma excelente opção!

    ResponderEliminar
  15. R: eu nua de lacinho vermelho acho que era a prenda preferida dele xD talvez vá para a roupa ou perfume...já que neste momento é o que está a precisar mais :) obrigada :P

    ResponderEliminar
  16. Foi para não ter problemas desses que vim morar numa zona com pouco mais de meia dúzia de estudantes e longe do centro da cidade (sem bares nem festas até ao sol nascer).
    Quantas matriculas são as tuas?!

    ResponderEliminar
  17. HAHA gostei da ideia do balde de água! Mas se os podes praxar, a tua praxe pode ser mandá-los estarem calados! lol

    ResponderEliminar
  18. é uma falta de respeito!
    aqui por estes lados é o barulho que eles fazem nas praxes nocturnas! uma pessoa quer dormir e não consegue.

    ResponderEliminar
  19. que horror! que falta de educação.
    tenho duas faculdades perto de casa, mas os alunos de lá são bem calminhos :)

    ResponderEliminar
  20. percebo prefeitamente na minha praceta também é assim, ai que nervoss! as vezes apetece-me gritar-lhes da janela!

    ResponderEliminar
  21. Realmente estudar assim é dose....depois "vingas-te" :P

    ResponderEliminar
  22. Sei perfeitamente do que falas. Aqui ao pé de mim há uma escola, os miúdos no intervalo do almoço (é o maior) vêm jogar mesmo para debaixo da minha janela, cada chuto parece um petardo, fónix.

    ResponderEliminar